Blogger templates

quarta-feira, 29 de março de 2017

Novo verbete da Enciclopédia Espírita Online: "Necromancia"


Quem não conhece o Espiritismo ou quem deliberadamente investe contra ele costuma equiparar a prática espírita com a necromancia.

Mas, você sabe mesmo o que é Necromancia?

Pois aqui vai uma dica muito sugestiva para refletirmos sobre o que sabemos e o que não sabemos sobre a chamada "arte de evocar os mortos para fazer adivinhação": a Enciclopédia Espírita Online acaba de ser atualizada com para a inclusão desse verbete, cuja síntese você vê a seguir:

Necromancia é conhecida como a arte de fazer adivinhação através da comunicação com os mortos (Espíritos desencarnados). A origem do termo vem do grego clássico: necro (νεκρός nekrós) = "morte" + mancia (μαντεία, manteía) = "adivinhação", que algumas vezes é traduzido como nigromancia. Por se considerar mesquinhos os interesses comuns que a motivam (desvendar segredos do passado e do presente, adquirir conhecimentos místicos, evocar proteção especial e obter profecias, leitura da sorte para o futuro etc.), a prática dessa arte é normalmente vista pejorativamente, por vezes associada ao ocultismo, à magia negra. à feitiçaria e, de certa forma, ao Xamanismo. Os médiuns e os praticantes espíritas em geral são eventualmente reputados pelos seus acusadores como necromantes, embora os fundamentos do Espiritismo façam uma evidente distinção de propósitos: enquanto a necromancia objeta valores de interesse da vida terrena, a mediunidade espírita se orienta conforme valores superiores, tais como a instrução intelectual e a motivação moral, em vista da evolução espiritual, bem como a confraternização e realce dos laços afetivos entre encarnados e desencarnados. Entre os métodos usados pela necromancia figuram-se a cartomancia, o tabuleiro ouija e o jogo de búzios.

O novo verbete aborda a relação entre a Doutrina Espírita e a necromancia tradicional, os tradicionais rituais necromantes, o princípio da comunicabilidade espiritual e o perigo da obsessão quando a atividade dessa arte não é observada pelos seus praticantes. Portanto, vemos que estamos tratando de algo muito relevante.

Publicação do site Luz Espírita

0 comentários: