Blogger templates

sexta-feira, 9 de março de 2012

Devemos repreender os outros?

0 comentários
Segundo as orientações de São Luís, em O Evangelho segundo o Espiritismo, a repreensão ao próximo, embora não deva ser uma prática necessariamente proibida “porquanto cada um deve trabalhar pelo progresso de todos”, precisa ser muito bem avaliada antes que a façamos.

Partindo do princípio de que neste mundo ninguém é perfeito, ela só se justifica se o motivo que nos leva a fazê-la for realmente desprovido de maldade, ciúme, inveja, arrogância, intolerância, prepotência… Ou seja, se a repreensão não servir muito mais para nós mesmos, do que para aquele a quem a direcionamos.

Reforma do Código Penal pretende descriminar aborto e eutanásia

0 comentários
Estava agendada para ontem (nehuma notícia de cancelamento), dia 8 de março, às 8h30, a primeira audiência pública dos juristas que vem elaborando um anteprojeto de reforma do Código Penal que pretende descriminar o aborto e a eutanásia.

A reunião deveria contar com os juristas que compõem a Comissão de Reforma do Código Penal e com os senadores da Comissão de Constitucionalidade, Justiça e Cidadania do Senado brasileiro. A Comissão de Reforma do Código Penal deveria prestar contas de seu trabalho aos senadores e poderão ser questionados pelos parlamentares.

Fica a dica!.... Filme: Joelma 23º andar

0 comentários
Baseado em 'Somos Seis', obra psicografada pelo médium Chico Xavier, 'Joelma 23º andar' foi o primeiro filme brasileiro com temática espírita.

O longa reconstitui, com fidelidade, a história da jovem Lucimar, uma das 179 vítimas fatais do incêndio do Edifício Joelma, ocorrido na cidade de São Paulo, na manhã do dia 1 de fevereiro de 1974.

A obra mostra como Lucimar foi recebida no plano espiritual por seus parentes, que já tinham partido.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Espiritismo na mídia. (Muito interessante!)

1 comentários
A exposição do Espiritismo na mídia brasileira começou em 1944, quando despertou o interesse público através dos trabalhos mediúnicos de Chico Xavier. A partir de então, jornais, revisas, rádios, programas de televisão e cinema abordam os temas espíritas e espiritualistas com grande interesse.

Abaixo, estão relacionados algumas reportagens em revistas de circulação nacional, programas de televisão, filmes e eventos mais relevantes divulgando os temas de estudo do Espiritismo na mídia.

terça-feira, 6 de março de 2012

Romances mediúnicos - Como reconhecê-los se são espíritas ou não?

0 comentários
Por Wellington Balbo

Com frequência recebo alguns livros encaminhados por editora espírita a fim de que analise a obra e veja a possibilidade de sua publicação. As obras são, em geral, romances mediúnicos. Contudo, constata-se que muitos desses livros enviados para uma editora espírita apreciar não são livros espíritas, porquanto não trazem em seu bojo ensinamentos da Doutrina codificada por Allan Kardec. Muitos, aliás, nada falam sobre Kardec, centro espírita, O Evangelho segundo o Espiritismo, Jesus, O Livro dos Espíritos e tantos outros temas ligados à Codificação. São livros mediúnicos apenas, muitos até com uma história envolvente, emocionante, e bem escritos, contudo, definitivamente não se trata de livros espíritas.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Lidando com as decepções

0 comentários
Por Aline Rangel, publicado no site Partidas e Chegadas

“Decepções são um tipo dos dissabores que acometem pessoas, e só não se decepciona quem pode ver tudo perfeitamente, sem nunca se equivocar, o que não é humano.” (*1)

Novidade - Livro para download: Amor além da Vida

0 comentários
A história de amor que virou o filme "Amor Além da Vida" em 1998, protagonizado por Robin Williams e Annabella Sciorra, no papel do casal apaixonado Chris e Annie, foi lançada em livro no Brasil em 2008 e agora é disponibilizada para download pelo blog Partida e Chegada e por este blog, do LEAE.

A obra, de Richard Matheson, deu origem ao famoso filme, dirigido por Vincent Ward, com roteiro adaptado de Ronald Bass, e que ganhou o Oscar de efeitos especiais.

A tradução do texto para o Brasil foi feita por Carlos França. Segundo a editora, ele teve o cuidado de manter o estilo do escritor americano. Matheson falou sobre a feitura livro, em comunicado enviado pela editora.