Blogger templates

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Aniversariante do dia!!

0 comentários
Hoje, dia 29 de abril, é anivesário de mais um de nossos companheiros, o Cidão. PARABÉNS!!!
Por isso, deixamos nosso blog mais alegre, em sua homenagem!
Poema de Aniversário

Procurei no dicionário,
Com paciência e cuidado,
O real significado
Da palavra aniversário.
Aquele livro pesado,
Mestre dos visionários,
"Pai dos burros" batizado,
Pareceu-me sectário,
Ao responder meu chamado.
Deveras decepcionado,
Joguei o meu dicionário
Na estante, empoeirado,
Para pregar, solitário,
O meu significado
Da palavra aniversário.
Diz assim, o verbete lendário,
Ontem, por mim criado:
 "Aniversário: Espécie de relicário,
Muitíssimo bem guardado
Nas folhas do meu diário,
Dos versos que eu escrevi,
Com todo amor, e não li,
Durante o ano passado." 

Carlos Drummond de Andrade 

Palestra do dia 02 de maio

0 comentários
Na próxima segunda-feira, dia 02 de maio, teremos a palestra "Não te perturbes ", ministrada pela Áurea. Todos os temas das palestras desse ano estão no livro Fonte Viva psicografado por Francisco Cândido Xavier, ditado por Emmanuel.

Segue o texto de embasamento:

________________________________________________________________

“E o mandamento que era para a vida, achei eu que me era para a morte.” – Paulo. (Romanos, 7:10.)
________________________________________________________________

Hoje: 1ª Mostra TVCEI de Vídeos Espíritas

0 comentários
A 1ª Mostra TVCEI de Vídeos Espíritas tem início hoje, dia 29 de abril. A trajetória mediúnica de Francisco Peixoto Lins, o Peixotinho, as encarnações marcantes de Joanna de Ângelis e a história de quatro médiuns ostensivos e seus relatos desde a infância são os atrativos da Mostra TVCEI promovida pela TV do Conselho Espírita Internacional (TVCEI). 

A Mostra será aberta, hoje, com a história do maior médium de materialização do Brasil relatada no documentário “Peixotinho e a Materialização dos Espíritos”. Os relatos ficam por conta dos próprios filhos do médium e do biógrafo, Humberto Vasconcelos, contando casos que vão desde fatos de materializações luminosas até a materialização de Clarêncio, ministro da cidade espiritual Nosso Lar.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Curso de Expositor

0 comentários
Uma das atividades que o Lar Espírita Aprendizes do Evangelho (LEAE) desenvolve é a palestra pública que abrange vários temas à luz da doutrina espírita.

Percebendo a necessidade de expositores, a diretoria da Casa resolveu disponibilizar o Curso de Expositor, que acontecerá dia 30 de abril, sábado, das 15h às 18h.

É importante ressaltar que todos estão convidados (entendam aqui como 'convocados') a participar. Será a oportunidade de iniciar neste trabalho no LEAE e de também reavaliar e renovar conhecimento para aqueles que já ministram palestras.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Reflita!

0 comentários
"A vida que não se examina não vale a pena ser vivida."
Sócrates

terça-feira, 19 de abril de 2011

Veja o mais recente livro do Divaldo Franco

0 comentários
Entrega-Te A Deus

Saber é para sempre. Crer é transitório.

A beleza da escrita e a profundidade do conhecimento de alguém que ilumina a humanidade há séculos. Eis o que se encontra nesta obra da venerável Joanna de Ângelis, psicografada pelo excepcional orador, médium e educador Divaldo Franco.

Você sabe o que foi o episódio do Auto da Fé de Barcelona?

0 comentários
Auto da fé de Barcelona foi uma expressão notabilizada por Allan Kardec para se referir à queima, em praça pública, de trezentos livros espíritas, realizada no dia 9 de outubro de 1861, em Barcelona, Espanha. Foi utilizada pela primeira vez no subtítulo do artigo "O resto da Idade Média", publicado em novembro daquele ano na "Revue Spirite".

Maurice Lachâtre, editor francês, achava-se estabelecido em Barcelona com uma livraria. Solicitou a Kardec em setembro de 1861, em Paris, cerca de 300 volumes de obras espíritas, dentre as quais O Livro dos Espíritos, para vendê-los na Espanha.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

154 anos do Livro dos Espíritos

0 comentários
O Livro dos Espíritos comemora, hoje, 154 anos. Editado em 18 de abril de 1857, por Allan Kardec, a obra marca o início da codificação espírita e da consolação para milhões de mentes e corações.

- Dia Nacional do Espiritismo, veja aqui a matéria.

O Livro dos Espíritos (Le Livre des Esprits) é o primeiro livro sobre a doutrina espírita publicado pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail,sob o pseudônimo Allan Kardec. É uma obra básica do espiritismo, e foi lançado por Kardec após seus estudos sobre os fenômenos que, segundo muitos pesquisadores da época, possuíam origem mediúnica, e estavam difundidos por toda a Europa durante o século XIX.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Palestra do dia 25 de abril

0 comentários
Na próxima segunda-feira, dia 25, teremos a palestra "Fraternidade", ministrada pelo Paulo.

Segue o texto de embasamento:

________________________________________________________________

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros.” – Jesus. (João, 13:35.)
________________________________________________________________


Desde a vitória de Constantino, que descerrou ao mundo cristão as portas da hegemonia política, temos ensaiado diversas experiências para demonstrar na Terra a nossa condição de discípulos de Jesus.

Educação autêntica

0 comentários
A mãe foi com a filha à oficina mecânica levar o carro para conserto. Enquanto acertava detalhes com o mecânico, sua filha de 6 anos, pulou para o banco da frente e começou a brincar de dirigir.

Manobrou o volante para a direita e para a esquerda, simulando curvas. Fingiu que buzinava e desviava obstáculos. Até que resolveu abrir o vidro, colocar sua cabecinha para fora e começou a xingar.

O mecânico a olhou e, frente o olhar perplexo da mãe da garota, disse: “que é isso, lindinha? Não é assim que se dirige...”

A menina, muito depressa, respondeu: “mas minha mãe dirige assim...”  

Selo homenageia o centenário de Chico Xavier

0 comentários
Correios homenageiam escritor e líder espiritual mineiro com selo e cartão postal

Entre as comemorações do centenário de nascimento do médium Chico Xavier, os Correios lançaram no começo deste mês, em Uberaba, um selo comemorativo.

Na imagem, Chico aparece autografando um de seus livros e, no fundo, o detalhe de uma das cartas psicografadas com a seguinte frase: "Ama sempre. E quando estiveres a ponto de descrer do poder do amor, lembra-te do Cristo."

Videoaulas na TVCEI

0 comentários
A TVCEI tem veiculado, desde o ano passado, a série "Orientando", que são vídeoaulas com base nos livros "Orientação ao Centro Espírita" e "Orientação aos Órgãos de Unificação", ambos aprovados pelo Conselho Federativo Nacional da FEB.

Estas vídeoaulas também podem ser acessadas no Portal da TVCEI, em "Série Orientando".

Mais informações pelos e-mails cfn@febnet.org.br ou programacao@tvcei.com.

*Notícia extraída do site da FEB, com modificações da Equipe de Comunicação do LEAE.

FEB lança Curso a Distância

0 comentários
O Projeto Ensino a Distância é mais uma novidade promovida pela FEB. Iniciado com o Curso “Centro Espírita – Visão Geral”, será oferecido um conjunto em sequência de cinco cursos, com coordenação da Secretaria-Geral do CFN da FEB em uma experiência pioneira da Federação no oferecimento de curso a distância.

Como houve um grande número de inscritos, as novas inscrições serão abertas dentro de 60 dias. Acesse o Portal da FEB (www.febnet.org.br) e fique pode dentro! Informações: www.febnet.org.br e cfn@febnet.org.br .

*Notícia extraída do site da FEB.


quarta-feira, 13 de abril de 2011

Aniversariante do dia!!

0 comentários
Mais um dia especial neste quarto mês do ano. Hoje, dia 13 de abril, é aniversário de mais uma companheira da nossa casa, da Marluce. Como de costume, homenageamos nossa amiga com este post.

Seguem os votos de todos os trabalhadores do Lar Espírita Aprendizes do Evangelho!
 
Parabéns Marluce!!!

Espiritismo aposta em Livros Eletrônicos

0 comentários
O Conselho Espírita Internacional (CEI) e a Federação Espírita Brasileira (FEB), tornam-se parceiras para se consolidarem como pioneiras no mercado brasileiro na edição de livros espíritas em formato digital - eletrônicos (eBook).

Este ano, a meta é alcançar mais de 600 títulos convertidos, todos eles do catálogo de obras da FEB, que inclui obras de destacados autores como Allan Kardec, Francisco Cândido Xavier e Yvonne Pereira, entre outros.

Os livros já podem ser adquiridos nos principais sites de comercialização mundiais como Apple, Barnes& Noble, Google, Publidisa, Saraiva e Submarino. Todos os meses estão sendo negociados novos acordos para ampliar a rede de comercialização existente.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Veja um documentário sobre reencarnação

0 comentários
O que acontece conosco depois da morte? É possível voltar?

Dois terços das população de todo o mundo, pessoas das mais distintas religiões, acreditam que sim. Mas, a ciência moderna persiste em rejeitar essa idéia.

Existem evidências científicas sobre vidas passadas? A resposta pode estar em um grupo de crianças que cientistas de diferentes áreas vêm estudando. Essas crianças, ainda muito jovens, manifestaram memórias extremamente vivas de existências e mortes experiência das anteriormente à vida que levam atualmente. Elas forneceram detalhes surpreendente sobre pessoas que jamais conheceram, lugares em que nunca estiveram e fatos que não presenciaram, pelo menos não nesta vida. 

Palestra do dia 18 de abril

0 comentários
Na próxima segunda-feira, dia 18, teremos a palestra "Indagação Oportuna", ministrada pela Aline.


Segue o texto de embasamento:


_______________________________________________________

“Disse-lhes: Recebestes vós o Espírito Santo quando crestes: -  (Atos, 19:2)   ________________________________________________________

Reflexões sobre a pena de morte

0 comentários
Por que a pena de morte tem-se revelado instrumento ineficaz para combater a violência?

Esta é uma questão que intriga estudiosos da penologia. O que é um enigma para esses pesquisadores não o é para aqueles que já compreenderam um princípio espírita básico: destruir o corpo físico do infrator não elimina o problema, exacerba-o, perpetua-o.


Utilizando esse método insidioso, situamo-nos na condição do bombeiro que tentasse apagar um incêndio com produto inflamável.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Aniversariante do dia!!

0 comentários
Hoje é aniversário do João Junior, mais conhecido como Juninho (que de 'inho' nada mais tem). Em comemoração a esta data fizemos este post.

Felicidades Juninho!!!

"Se nos perguntam 'quantos anos você tem?', nossa tendência é enumerar o período de tempo já vivido.

Mas não paramos para refletir que esses anos que se passaram – já não os temos mais. São tempos que se foram, pertencem ao passado, bem ou mal, felizes ou não, e já não mais podemos fazer uso deles, a não ser usufruir as lições que a vida, concretamente, nos ensinou.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Educação Espírita

0 comentários
O Espiritismo veio ao mundo através da Ciência. Kardec, ao se debruçar sobre os fenômenos que lhe foram apresentados, não o fez com unção religiosa, prejudicada por qualquer visão sectária. Examinou os fenômenos como pesquisador, valendo-se de critério científico, aplicando o método experimental com clareza de raciocínio, a fim de não se perder no deslumbramento do novo mundo que se lhe revelava através dos diálogos extraordinários que mantinha com os Espíritos.

Entretanto, depois de constatada cientificamente a veracidade da existência e da comunicabilidade dos Espíritos, teve o Missionário o discernimento que lhe permitiu não se deter apenas no campo experimental. Entendeu, desde logo, que a Revelação Espírita tinha finalidade mais ampla e mais nobre do que a simples comprovação da imortalidade e a comunicabilidade dos Espíritos.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Programa Transição: Por que ser espírita?

0 comentários

Em 05 de outubro de 2008, foi lançado o programa 'Transição - A Visão Espírita para um Novo Tempo', transmitido pela RedeTV. O programa passa aos domingos, às 16h15 e apresenta entrevistas com personalidades do movimento espírita. O primeiro programa teve a participação de Divaldo Pereira Franco. 

Antonio Coelho Filho, espírita há 15 anos e natural de Santo André (SP), onde reside, é o responsável pela produção do programa.

Profissional da área de prestação de serviços, o confrade é vice-presidente da Fraternidade Francisco de Assis, instituição localizada na Vila Prudente, São Paulo, e dirigente da Fraternidade Irmã Amélia, creche que atende 125 crianças.

O responsável pelo programa conta que o sucesso é tamanho, prova disse é a grande quantidade de e-mails recebidos semanalmente, de todo o Brasil. "Em alguns programas chega a passar de 500, entre o domingo e a segunda-feira; em sua maioria de espíritas, mas há também uma grande quantidade de seguidores de outras religiões que têm parabenizado os entrevistados pelas abordagens esclarecedoras sobre alguns temas, o que não encontram em suas religiões", diz Antônio Coelho Filho.

'As Mães de Chico Xavie'r – A saudade em dois mundos

0 comentários
Ao contar as histórias de três mães com as suas dores entre a aceitação da morte e a concessão à vida, As Mães de Chico Xavier mescla o tempo, a memória e a saudade como atributos da existência e que o ser humano não é o dono de seu destino.

Qual a razão para a existência humana se ela está carregada de tanta dor e a morte é a maior delas? A pergunta tem inquietado os filósofos desde a antiguidade. Sócrates e Platão trataram o mundo, a vida e a morte em reflexões sobre a existência de um mundo espiritual, de onde vem o nosso espírito e o qual ocupa o corpo, para depois retornar ao mundo original a fim de retirar as “impurezas” adquiridas da vida material. As bases desses temas são encontradas em Fédon e Fedro e também em O Livro dos Espíritos e Céu e Inferno, de Allan Kardec – daí os gregos serem considerados os precursores do espiritismo.

sábado, 2 de abril de 2011

Conheça o livro que inspirou o filme “As mães de Chico Xavier”

0 comentários
'Por trás do véu de Isis' faz uma investigação sobre a comunicação entre os mortos e os vivos. No livro, Marcel Souto Maior apresenta casos de mensagens que, esquadrinhadas por grupos científicos, não deixam dúvidas sobre a autoria

Acreditar e não acreditar. Não ter 100% de certeza se a mensagem é mesmo de um parente que se foi ou se tudo não passa de fraude. Dúvidas que perseguem não só muitas pessoas que perderam parentes próximos e buscam se comunicar com eles por meio de médiuns, mas principalmente quem não é adepto do espiritismo. 

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Recomendações da FEB sobre Assistência Social

0 comentários
A FEB está enviando Circular as Entidades Federativas Estaduais elaborada pela Comissão designada pelo CFN da FEB, constituída com o objetivo de elaborar documento com orientações para o Movimento Espírita sobre a legislação relacionada com Assistência Social:

“Considerando que alguns Conselhos de Assistência Social definiram um prazo para renovação de inscrição junto aos citados Conselhos, julgou-se oportuno encaminhar recomendações às instituições espíritas em geral.

Em face das alterações na legislação federal referente à assistência e promoção social – Lei 12.101 de 2009, Decreto 6.308 de 2007, Decreto 7.237 de 2010 – e diante das Resoluções 191/2005, 109/2009 e 16/2010 do Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS, a Federação Espírita Brasileira recomenda às Instituições Espíritas - que tenham interesse em se inscrever nos Conselhos de Assistência Social -, que procedam normalmente com o pedido de renovação de sua inscrição, indicando o caráter religioso que possuem.

Caso seja negado o pedido pelo Conselho responsável – o que deverá ocorrer sempre de forma escrita e fundamentada – sugere-se que a instituição espírita, com cópia de toda a documentação, procure a respectiva Entidade Federativa Estadual a fim de que esta, em parceria com a FEB, possa estudar as possíveis medidas administrativas e jurídicas cabíveis no assunto.”

Mais informações através do e-mail da Federação Espírita Brasileira (FEB).

*Notícia extraída do site da FEB.






"As Mães de Chico Xavier" segue linha acrítica do cinema espírita

0 comentários
Quarto longa-metragem do gênero no cinema nacional contemporâneo pretende passar aos espectadores uma "mensagem do bem"

O cinema espírita, não há dúvida, conquistou seu lugar na cadeia produtiva do cinema brasileiro. O sucesso de "Bezerra de Menezes", "Chico Xavier" e "Nosso Lar" provou o gosto do público e abriu caminho para uma série de novas produções do gênero. "As Mães de Chico Xavier", que estreia nesta sexta-feira (1º), na véspera dos 101 anos do médium, é o exemplar mais recente dessa safra. Assim como os demais, o filme demonstra uma tendência, ao que tudo indica, irreversível: todos são acríticos.

De certa forma, a transposição para o cinema dessas obras segue a linha dos romances de Zíbia Gasparetto ou das obras psicografadas pelo próprio Chico Xavier, há anos best-sellers no campo de autoajuda e esoterismo. A questão, para eles, não é de estilo ou artística, mas filosófica, talvez até doutrinária, narrando parábolas e receitando pílulas para uma vida melhor. Não faria o menor sentido criticá-los por um viés teórico, digamos, nem os autores pretendem ser encarados como artistas. Até hoje, os filmes "transcendentais" parecem compartilhar essa mesma ambição e se limitam a transmitir uma mensagem – pelo menos isso é o máximo que se pode dizer.

O diretor Daniel Filho foi quem mais perto chegou de um longa-metragem tradicional, justamente por fazer uma cinebiografia de Chico Xavier, e não filmar uma obra escrita por ele. Não conseguiu, assim como "Nosso Lar" – este sim a adaptação de um clássico da literatura espírita, com orçamento inflado e efeitos especiais produzidos no exterior – e "Bezerra de Menezes", o precursor de todo o movimento, feito sem muita pretensão, mas acolhido pelo público.

"As Mães de Chico Xavier" vai pelo mesmo caminho. O roteiro partiu do livro "Por Trás do Véu de Ísis", escrito por Marcel Souto Maior (também autor da biografia que inspirou o filme de Daniel Filho), só que, em vez de focar as investigações jornalísticas sobre o fenômeno da mediunidade, olha especificamente para as mulheres que buscam a ajuda de Chico, mais uma vez interpretado com semelhança assombrosa por Nelson Xavier (o ator protagonizou também “Chico Xavier).

Não quer dizer que o jornalismo tenha sido varrido para fora da trama. Caio Blat interpreta o repórter de TV Karl, que vai a Uberaba acompanhar de perto o trabalho do "correspondente da sucursal do céu", aquele cara que escreve "cartas do além". Há, inclusive, uma crítica nada sutil ao trabalho da imprensa, já que o editor de Karl na emissora (Herson Capri) dá carta branca para que ele não manipule as informações e faça uma reportagem fiel aos fatos. "É uma oportunidade rara de explorar a verdade no jornalismo, aproveite", diz, entre risos.

A história demora um pouco a engrenar para poder apresentar os personagens, todos encadeados, com relações entre si, mesmo que distantes – uma sofisticação (ou afetação, alguns diriam) desnecessária. Capri e a mulher, interpretada por Via Negromonte, sofrem com o vício do filho em drogas e depois com seu suicídio. entra em desespero após a morte do filho único, ainda criança. Tainá Muller fica grávida do namorado, que vai viajar para a Europa sem levá-la, e pensa em aborto.

Os dramas dessas três mulheres vão conduzindo o filme e a figura de Chico adentra aos poucos, a princípio pela postura inquisidora do jornalista, que entrevista mães na Casa da Prece – há até um flerte com o documentário, com a inclusão de um depoimento real, conduzido de forma espontânea por Caio Blat, e que exatamente por isso destoa dos demais.

Realidade não é o forte de "As Mães de Chico Xavier", dirigido por Halder Gomes e Glauber Filho, o mesmo de "Bezerra". A estrutura dramática é frágil, em contraponto ao exagero das situações e de uma tendência para o brega – fundir as imagens de um pincel na água com o céu azul não é um sinal de muito bom gosto, da mesma forma que a trilha sonora de Flávio Venturini, equivocada, por vezes irritante. Mas daí Chico Xavier entra em cena e prega que "a saudade é uma dor que fere nos dois mundos". A discussão muda de prisma, os argumentos caem por terra.

O objetivo do filme, assumidamente, é levar, nas palavras do produtor Luís Eduardo Girão, uma "mensagem do bem" à população, demover ideias de uso de drogas, suicídio e aborto (o longa é dedicado às crianças vítimas de aborto provocado). Disso, não há o que dizer e "As Mães de Chico Xavier" provavelmente atinge seu objetivo. Mas qual é a diferença entre um trabalho assim e uma dramatização qualquer de um programa religioso na televisão?

É uma comparação exagerada, é verdade – na abordagem, orçamento e pregação –, mas serve para traçar um paralelo entre o trivial (televisão) e a magia que se espera da sala escura do cinema. O cinema espírita tem cumprido sua função social – vamos colocar dessa forma –, mas tem potencial para levar sua mensagem mais longe, unindo seus ideais com a linguagem cinematográfica de forma mais ousada ou, ao menos, melhor acabada.

Pelos resultados das bilheterias até agora, as plateias não parecem muito preocupadas com isso – a identificação, no final das contas, se concretiza. Mas a fila de projetos é grande e a janela no circuito exibidor, escancarada. Não há por que não experimentar. Quando isso acontecer, aí sim o debate vai poder ser feito em duas frentes. Do jeito que as coisas estão, o cinema espírita e "As Mães de Chico Xavier" permanecem assim, acríticos.

Assista ao trailer oficial do filme 'As Mães de Chico Xavier':

 

Para os cuiabanos o filme já está em cartaz no Cinemais, Shopping Três Américas, nos horários: 14h40, 17h, 19h20 e 21h40. Já no Pantanal Shopping, os horários disponíveis são: 14h45, 15h15, 17h, 17h30, 19h15, 19h45, 21h30 e 22h.
 
*Notícia extraída do site Último Segundo, com modificações da Equipe de Comunicação do LEAE.