Blogger templates

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Acordo no MPF assegura proteção do acervo do médium Chico Xavier

0 comentários
Objetivo é catalogar, inventariar e preservar todo o acervo. Fundação Cultural de Uberaba vai supervisionar o trabalho.

Com foco na preservação dos bens móveis e imóveis do médium Chico Xavier, foi celebrado ontem, junto ao Ministério Público Federal (MPF) em Uberaba, acordo que tem por objetivo catalogar, inventariar e preservar todo o acervo. O filho adotivo de Chico, Eurípedes Higino, ficará encarregado de “proceder ao inventário cultural e à organização de todo o patrimônio cultural, material e imaterial, bem como a definir e executar as medidas de preservação e controle para proteção e salvaguarda de cada bem isoladamente ou em conjunto”.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Poder educativo

0 comentários
Outro dia ouvi comentário na TV de um livro educativo (infelizmente não consegui anotar ou memorizar o nome do livro e da autora), onde há uma proposta educativa para que eduquemos nossos filhos com alma de pobre. Não é alma pobre, mas de pobre. Não imaginem os leitores que a expressão tem conotação pejorativa. Não! A expressão tem alcance interessante.

O comentário fez referência à postura da maioria dos brasileiros, que é caracterizada pela carência e dificuldades financeiras e, portanto, classificada como pobre. Aqui me refiro mesmo às camadas mais carentes da população.

Pois bem. São essas camadas mais carentes que, quando estão de posse de algum recurso, estão felizes, usam dos recursos da maneira que mais lhes parece melhor. Se podem se alimentar bem, alimentam-se bem naquele dia. Quando não podem, se contentam com o que têm ou podem fazer. E nem por isso deixam de estar felizes e de bem com a vida.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Videopalestra "A biografia de Allan Kardec" por Marcel Souto Maior

0 comentários
Depois do sucesso com o livro "As Vidas de Chico Xavier", que deu origem ao filme biográfico do médium Francisco Cândido Xavier, o jornalista e editor da Rede Globo Marcel Souto Maior trabalhou numa intensa pesquisa sobre a vida e a obra de Allan Kardec — o codificador da Doutrina Espírita — para então lançar "A Biografia de Allan Kardec" (saiba mais clicando aqui).

A respeito dessa obra — que, certamente, será mais um best-seller —, Marcel Souto Maior comparece à casa Irradiação Espírita Cristã de Goiânia, Goiás, para palestrar sobre esse trabalho — profissional, como ele faz questão de dizer —, contando detalhes interessantíssimos sobre esse importante personagem do Espiritismo: o professor Hypolite Léon Denizard Rivail, mais tarde, sob o pseudônimo Allan Kardec, o homem que colocou em letras a síntese da terceira grande revelação da espiritualidade à Humanidade.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Como cuidar da sua saúde espiritual...

0 comentários
Estudos comprovam que a prática espiritual pode interferir, sim, no quadro clínico. Para viver ainda melhor, aprenda a cuidar da sua saúde espiritual

De acordo com um estudo do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, as pessoas que preservam algum tipo de religiosidade vivem, em média, 29% mais. Os médicos observaram melhoras em casos de depressão, stress, doenças do coração, pressão alta, infertilidade e até de diversos tipos de câncer.

Ciência e medicina por muito tempo ignoraram esse tipo de evidência. Mas, devagar, os conceitos arraigados começam a ser revistos. Multiplicam-se livros sobre o assunto, como Milagres Que a Medicina Não Contou, do cardiologista Roque Marcos Savioli, e surgem trabalhos em instituições tradicionais, como o Hospital das Clínicas, também da capital, onde funciona o Núcleo de Estudos de Problemas Espirituais e Religiosos (Neper). “Não dá para continuar com a visão de que um curador soluciona um problema sem levar nada mais em conta além do físico”, diz a psicóloga Maria Rosa Spinelli. “Precisamos de cuidadores que enxerguem o indivíduo como um todo.” De acordo com essa perspectiva, a atitude do paciente é decisiva. “Para um tratamento dar resultado, é necessário acreditar: a fé faz a pessoa persistir e se movimentar ao encontro da cura.”

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Decepcionar-se é não conhecer o outro

0 comentários
Alguns acontecimentos particulares recentes, fizeram com que eu refletisse um pouco mais na minha relação com as pessoas que permeiam a minha vida . 

Por que será que estamos freqüentemente decepcionando-nos com as pessoas que compartilham conosco momentos da nossa reencarnação ? 

Decepcionamo-nos quando não temos o nosso amor correspondido , quando em troca de um favor realizado não recebemos o agradecimento esperado , quando pela dedicação , recebemos um amargoso esquecimento , quando aquele grande colega de serviço , inesperadamente puxa o nosso tapete , e outras e outras situações , que nos levam sempre a um sentimento desastroso e dolorido de injustiça e decepção . 

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Desafios da vida familiar

0 comentários
Quem não tem algum problema, vez ou outra, ou mesmo continuamente, de convivência familiar? Quem consegue viver sempre em plena harmonia e felicidade com aqueles que formam o lar? Realmente não é fácil manter o entendimento, o diálogo e a convivência sadia com as pessoas que formam nosso ninho doméstico, mas estamos reencarnados exatamente para realizar o aprendizado da compreensão, tolerância, paciência e colaboração com aqueles que se constituem os mais próximos de nós, ou seja, os familiares.

Vale pensar sobre uma reclamação constante que ouvimos e que muitas vezes falamos: que os outros é que são difíceis, eles é que são o problema. Será mesmo? Quantas vezes não somos intolerantes? Quantas vezes não fechamos o diálogo? Quantas vezes não agimos agressivamente? Quantas vezes não incomodamos os outros com nossos vícios? É fácil afirmar que o outro é uma "mala sem alça", e que os familiares são os únicos responsáveis pelos desentendimentos, pelas discussões, brigas e formação do ambiente doméstico negativo. E de nossa parte, o que estamos fazendo para trazer paz ao lar?

O amor de verdade

0 comentários
Reunião em família, lamentava-se a brevidade da vida dos cães, que bem poderiam viver mais tempo. O membro mais novo, um menino de seis anos, que tudo ouvia, afirmou:

- Eu sei por que os cachorros vivem pouco...

Para surpresa de todos, explicou:

- Mamãe diz que pessoas nascem para aprender a ser boas, a amar todo mundo. Os cães já nascem sabendo como fazer isso, portanto não precisam viver tanto tempo...

Sábio garoto! A capacidade de amar incondicionalmente estabelece a diferença entre o cão e o homem. Se você fechar por horas um cachorro, no porta-malas de um carro, ao libertá-lo ele lhe fará festas, amigavelmente. Se fizer o mesmo com um homem, terá um inimigo feroz.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Espíritas de Mato Grosso homenageiam Yvonne Pereira

0 comentários
No mês de fevereiro, o movimento espírita brasileiro celebra os 30 anos da passagem de Yvonne do Amaral Pereira, uma das mais respeitadas médiuns e responsável pela psicografia de grandes clássicos espíritas. ‘Memórias de Um Suicida’ é considerado um marco na bibliografia mediúnica e uma referência no estudo acerca do suicídio sob o ponto de vista doutrinário.

Para o diretor da Federação Espírita do Estado de Mato Grosso Afro Stefanini II, também escritor espírita, Yvonne do Amaral Pereira é médium resoluta e fiel à Doutrina Espírita de forma singular. “Além de ‘Memórias de Um Suicida’, a obra que mais me chamou atenção para o estudo das informações doutrinárias, guardo com carinho a leitura na minha adolescência de ‘Devassando o Invisível’, que n?o é propriamente psicografado, porque ali Yvonne se coloca como autora da obra relatando seus encontros com os Espíritos”, lembrou Afro.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Documentário no LEAE

0 comentários
O que acontece no plano espiritual durante a reunião na Casa Espírita? Esse é o assunto a ser estudado numa sessão com pipocas e refrigerante. São 45 minutos de projeção. Após será aberto espaço para perguntas que serão respondidas pela presidente do Lar, Rosária.

O evento será dia 15 de fevereiro, às 19h na sede do Lar Espírita Aprendizes do Evangelho (LEAE). O título do documentário é: NOS BASTIDORES DE UMA REUNIÃO NA CASA ESPÍRITA.

Este excelente documentário é baseado no livro "Seara do Bem" e é ilustrado com figuras do Projeto Imagem.  Além das figuras, contém explicações e interpretações espirituais de excelente conteúdo, feitas pelo Américo Sucena.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Uma, duas, três...algumas verdades.

0 comentários
Para quem não soube, uma companheira e trabalhadora (à distância) do nosso Lar sofreu uma perda íntima. A D. Geralda, mãe da Noeme, faleceu dia 03 deste mês. Após as primeiras reflexões sobre o acontecimento surgiu uma carta de desabafo feita por ela. Segue na íntegra:

"Há quase 3 anos atrás, meu pai seguiu para a nossa Pátria definitiva. Em 12/01/2013, seguiu meu irmão em 03/02/2014, minha mãe foi ao encontro deles e tantos outros espíritos familiares, amigos e outros.

Morte, partida, desencarne... seja o nome que der, essa é a única certeza que temos: de que um dia todos nós iremos passar por este momento, seja como o viajor  ou protagonista da situação. O fato é que, a grande maioria de nós não estamos devidamente preparados para esse momento, ou será que estamos? Mas é preciso trabalhar em nós, sem deixar para depois.

O que é trabalhar em nós? Para que?

Fui ajudá-lo a chorar

0 comentários
Como anda seu envolvimento com as outras pessoas? 

Você é daqueles que se fecham em seus problemas, em suas dificuldades, nem sequer querendo saber se existe alguém à sua volta que precisa de ajuda? 

Ou você é daquelas almas que já consegue se envolver com as dores alheias, procurando diminuí-las, ou pelo menos não deixando que alguém sofra na solidão? 

Há uma certa passagem que pode ilustrar isso; passagem vivida pelo autor Leo Buscaglia, quando, certa vez, foi convidado a ser jurado de um concurso numa escola. O tema da competição era: "a criança que mais se preocupa com os outros". 

O vencedor foi um menino cujo vizinho - um senhor de mais de oitenta anos - acabara de ficar viúvo. 

Ao notar o velhinho no seu quintal, em lágrimas, o garoto pulou a cerca, sentou-se no seu colo e ali ficou por muito tempo. 

Quando voltou para sua casa, a mãe lhe perguntou o que dissera ao pobre homem. 

Nada - disse o menino - ele tinha perdido a sua mulher, e isso deve ter doído muito. Eu fui apenas ajudá-lo a chorar. 

Quando o cônjuge morre, o outro tem o direito de refazer sua vida sentimental?

0 comentários
Dia desses recebi e-mail de um jovem, que assim dizia:

Minha mãe morreu há 2 anos, meu pai, que ainda é jovem, está de paquera com uma moça... Mas e minha mãe? E o que eles viveram? Então ele não a amava?

Respondi-lhe: Meu caro amigo, não se aflija por isso, o lugar de sua mãe no coração de seu pai é cativo. A história que viveram é deles, somente deles... O coração é elástico, quanto mais se ama mais cabe amor. Não é o fato de ele querer refazer a vida sentimental que o fará se esquecer de sua mãe. Não se preocupe com isso. Ademais, ele tem todo o direito de buscar a felicidade e não nos cabe podar as iniciativas dos outros que querem encontrar seu lugar ao sol. Sejamos benevolentes e apoiemos as pessoas em busca de sua felicidade. Abençoe seu pai e seu novo relacionamento. Vou lhe confessar algo: Também passei por isso. Minha mãe se foi e meu pai arrumou outra companheira. Foi a melhor coisa que aconteceu. Pessoa de ótimo caráter trouxe outra família para brindar a vida com a nossa. Pense nisso e seja feliz...

O Espiritismo trata com muita propriedade dos temas que inquietam o coração das pessoas. Basta que o estudemos para constatar que ele pode, realmente, responder a várias indagações da alma.

Coisas que não se dizem às crianças

0 comentários
Toda vez que se discute o tema da educação da criança, logo nos vem à mente o papel dos pais, que são, sem nenhuma dúvida, os maiores interessados em que seus filhos se tornem pessoas dignas, de bom caráter e conduta ilibada.

É preciso entender, contudo, que são também eles – os pais – os grandes responsáveis para que isso se dê. Afinal, a tarefa que lhes foi conferida não pode jamais ser negligenciada ou ignorada, visto que não se trata apenas de uma tarefa, mas de verdadeira missão.

Atentemos para o que nos é ensinado na questão n. 582 d´O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec:

582. Pode-se considerar como missão a paternidade?
“É, sem contestação possível, uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo dever e que envolve, mais do que o pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao futuro. Deus colocou o filho sob a tutela dos pais, a fim de que estes o dirijam pela senda do bem, e lhes facilitou a tarefa dando àquele uma organização débil e delicada, que o torna propício a todas as impressões. Muitos há, no entanto, que mais cuidam de aprumar as árvores do seu jardim e de fazê-las dar bons frutos em abundância, do que de formar o caráter de seu filho. Se este vier a sucumbir por culpa deles, suportarão os desgostos resultantes dessa queda e partilharão dos sofrimentos do filho na vida futura, por não terem feito o que lhes estava ao alcance para que ele avançasse na estrada do bem.”

Tolerância

0 comentários
Muitas vezes, no nosso dia-a-dia, costumamos reclamar de algumas pessoas que nos atendem em lojas, supermercados, ao telefone, enfim, aquelas que nos atendem de alguma forma.


O que não nos damos conta é que também estamos entre essas pessoas. E que, como elas, também estamos nos relacionando com várias outras pessoas.

Devemos pensar duas vezes antes de nos irritarmos.

A irritação, a intolerância, fazem com que provoquemos males ainda maiores na sociedade em que vivemos.

São os pequenos desentendimentos que geram os grandes conflitos da Humanidade.

Por isso, não negue consideração e carinho diante de balconistas fatigados ou irritadiços. Pense nas provações que, sem dúvida, os atormentam nas retaguardas da família ou do lar.

Quando perceber a irritação

0 comentários
Meu irmão, não creia em milagre. Procure compreender que cada homem vive, sofre, o resultado de sua própria evolução. Para alcançar o equilíbrio é necessário alcançar o autoconhecimento que permite a disciplina pessoal.

Não estrague o seu dia; coragem, o seu mau humor, a sua ira, o seu ódio, não fazem outra coisa senão destruir, criar desolação, angústia, provocando insegurança em todos os que o cercam.

Não esqueça que para vencer a dor o homem precisa conhecer os seus objetivos, saber administrar o seu interior, pois assim fará sublimação com dignidade. A provação aumenta a visão interior, abre os horizontes da alma, liberta o ser.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Liberação da maconha: avanço ou retrocesso moral do planeta?

0 comentários
– Podem os Espíritos degenerar? “Não; à medida que avançam, compreendem o que os distancia da perfeição. Quando o Espírito finda uma prova, fica com o conhecimento que não esquece mais. Pode permanecer estacionário, mas não retrograda.” (O Livro dos Espíritos, n. 118.)

A revista VEJA, edição 2347 de 13 de novembro de 2013, páginas 116 a 124, traz uma reportagem sobre a liberação da maconha em muitos estados americanos. Vejamos: “A maconha é a substância ilícita mais popular do mundo. O número total de usuários chega a 200 milhões – o equivalente à população brasileira. O impacto da Cannabis na saúde humana é bem conhecido. O uso frequente da droga aumenta o risco de uma pessoa sofrer esquizofrenia, depressão, ansiedade e perda de memória, além de haver indícios de que esteja relacionada a diversos tipos de câncer. Metade das pessoas que fumam a maconha regularmente sente que ela atrapalha sua vida profissional e social. Mesmo admitindo esses efeitos negativos, as autoridades de muitos estados americanos e de países como o Uruguai tornaram legais sua produção, comercialização e uso. 

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Reflexão - Chico Xavier

0 comentários

O Espiritismo é sempre atual – Entrevista com Divaldo Pereira Franco

0 comentários
Aos 86 anos e sem jamais interromper sua tarefa, Divaldo Pereira Franco continua trazendo a luz espírita a todos os corações.

Médium, orador, escritor, espírita. Divaldo Pereira Franco é, inegavelmente, um dos maiores expoentes da Doutrina Espírita na atualidade e em toda a sua história. Mais do que isso, é um homem de bem, voltado para a consolação das aflições e necessidades humanas, sejam físicas ou espirituais. Natural de Feira de Santana (BA) e ligado à Mansão do Caminho e ao Centro Espírita Caminho da Redenção – que fundou juntamente com Nilson de Souza Pereira –, Divaldo já percorreu todo o planeta levando a mensagem espírita, a mensagem cristã. Nesta entrevista, ele relata suas impressões sobre o movimento espírita, o envolvimento do Espiritismo e do espírita em questões sociais e quais são suas sensações no contato com o público durante as palestras. 

Violência

0 comentários
Tem se tornado comum as quadras de esporte se transformarem em campos de batalha. Os torcedores seguem para os estádios portando objetos que possam vir a ser usados como projéteis, eventualmente.

Quando não, encontram no próprio local o que lhes possa servir de arma agressora. Assim, as pessoas que deveriam estar torcendo, vibrando pelo seu time, alegrando-se ou se entristecendo com ele, se descontraindo, saem feridas e algumas, gravemente.

Até pouco tempo, quando se falava de violência nos esportes, pensava-se em lutas agressivas como o boxe, por exemplo. Mas, agora, a violência se faz presente em quase todas as modalidades.

Antídoto contra a violência

0 comentários
Albert Bandura é um psicólogo canadense, que se tornou mundialmente conhecido ao realizar um experimento simples, mas bastante efetivo quanto ao método e aos resultados obtidos. Na primeira versão da sua pesquisa, ele separou um grupo de crianças colocando-as para assistirem a um filme, em que uma mulher agredia (batendo e/ou xingando) um boneco (“João Bobo”). Depois dessa “sessão de cinema” as crianças juntaram-se às demais para brincarem em uma sala, com vários brinquedos, incluindo alguns bonecos (“João Bobo”). Quase imediatamente, as crianças que foram à sessão de cinema começaram a se comportar, em relação aos bonecos, de maneira semelhante ao exibido pelo personagem do filme.

Outras pesquisas com o mesmo enfoque permitiram a elaboração de uma instigante teoria sobre aprendizagem social. Bandura prefere o termo modelação à imitação e sustenta que copiamos comportamentos de outrem, mesmo sem obtermos recompensa imediata. Para esse pesquisador, o processo de modelação está na base da agressividade, não apenas da criança, mas, também, do adulto.

Divaldo na CNT – Hoje as 23h – Programa: Márcia Peltier

0 comentários
Com temas de abordagem diversos e entrevistas com políticos, celebridades e personalidades, a apresentadora trabalha de forma descontraída e diferente de qualquer outro profissional da televisão brasileira.

Divaldo Franco

Data: 04/02/2014

Ele é considerado por muitos o maior médium brasileiro, depois de Chico Xavier. O programa Marcia Peltier Entrevista desta terça-feira quatro de fevereiro dá a oportunidade de você rever a entrevista com o médium e orador espírita Divaldo Franco.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Atrativos sobre Chico visam tornar Uberaba polo turístico religioso

0 comentários
Estrutura com memorial e hotel ficará no Parque
das Américas (Foto: Reprodução/TV Integração)

Além de memorial, Instituto cria hotel temático e cartão de crédito social. Obras e implantação estão previstas para primeiro semestre de 2014

Uberaba se estrutura com objetivo de se tornar um polo do turismo religioso espírita ainda neste primeiro semestre de 2014. A obra de um memorial, localizado no Bairro Parque das Américas, onde vivia o médium, foi iniciada há quase três anos e, segundo o presidente do Instituto Chico Xavier, Adalberto Pagliaro Júnior, 82% está concluído, restando agora o término da última etapa, que já foi iniciada.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Espiritismo movimenta o turismo religioso em Minas e Goiás

0 comentários
Uberaba, no Triângulo Mineiro, e Abadiânia, em Goiás, lucram com os seguidores da doutrina de Chico Xavier

O espiritismo movimenta o turismo religioso no país desde que o médium Chico Xavier passou a atrair multidões a Uberaba, no Triângulo Mineiro. Mesmo 12 anos após a morte do líder espírita, caravanas de fiéis visitam a cidade todos os anos para conhecer a casa em que vivia, hoje transformada em um museu que recebe 15 ônibus e mais de mil pessoas nos fins de semana, segundo a prefeitura. Um memorial de 42 mil metros quadrados, com investimento de R$ 4 milhões, segundo Cynthia Lyrio, diretora do Departamento de Desenvolvimento de Turismo da prefeitura, já está com 80% das obras prontas e deverá se tornar mais um ponto de encontro de grupos espíritas na cidade, que está licitando projeto para construção de um hotel, o Nosso Lar, com 142 quartos, para receber o crescente contingente de fiéis.

Também é o turismo espírita que garante a movimentação econômica de Abadiânia, cidade goiana de 18 mil habitantes que fica a cerca de 120 quilômetros de Brasília, no meio do caminho entre a capital federal e Goiânia. Com uma arrecadação mensal de R$ 1,5 milhão, de 60% a 70% da economia do município, ou quase R$ 1 milhão por mês, são gerados pela circulação de fiéis que visitam a Casa Dom Inácio de Loyola. Lá, o médium João Teixeira de Faria, conhecido por João de Deus, de 72 anos, atende entre 1 mil e 1,3 mil pessoas diariamente nos três dias da semana em que as portas permanecem abertas para o público. São quase 15 mil fiéis por mês ou 190 mil por ano.