Blogger templates

segunda-feira, 24 de março de 2014

Em busca do amor

0 comentários
As pessoas ficam procurando o amor como solução para todos os seus problemas quando, na realidade, o amor é a recompensa por você ter resolvido os seus problemas.

Esta frase, de autoria do escritor americano Norman Mailer, inspirou a cronista Martha Medeiros a escrever as seguintes linhas:

Temos a mania de achar que o amor é algo que se busca. Buscamos o amor na internet, buscamos o amor na parada de ônibus.

Como um jogo de esconde-esconde, procuramos pelo amor que está oculto nas salas de aula, nas plateias dos teatros.

Agimos como se soubéssemos que certamente ele está por ali, como se pudéssemos sentir seu cheiro, precisando apenas descobri-lo e agarrá-lo o mais rápido possível, pois só o amor constrói, só o amor salva, só o amor traz felicidade. Mas será que é assim?

Há quem acredite que o amor é medicamento. Mas não é assim.

A terapia espírita, uma aliada dos serviços de saúde

0 comentários
Há no meio espírita um certo consenso quanto à ideia de que o Centro Espírita reveste – ou deveria revestir – ao mesmo tempo as características de Templo, Lar, Hospital, Oficina e Escola. Já nos referimos anteriormente a isso neste mesmo espaço. (1)

Com efeito, os exemplos que colhemos da vida e do trabalho dos pioneiros do Espiritismo – Bezerra, Barsanulfo, Schutel e muitos outros – deveriam servir-nos como orientação nesse e em inúmeros outros assuntos.

Eis o que Richard Simonetti, referindo-se ao Centro Espírita, escreveu:

1 – O que é o Centro Espírita?
É o local onde as pessoas se congregam para tratar de assuntos relacionados com a Doutrina Espírita.

2 – Por que “centro”?
Como ocorre com frequência na língua portuguesa, esse termo tem vários significados. Em se tratando de Doutrina Espírita, podemos considerá-lo sinônimo de sociedade, expressão mais adequada, que vem sendo usada com frequência na denominação das instituições doutrinárias espíritas. Mais exatamente, seria associação, já que, de acordo com o novo código civil, a expressão sociedade deve ser reservada a empresas de caráter comercial.

3 – Como poderíamos definir as atividades do Centro Espírita?
São várias, às quais as pessoas têm acesso à medida que se integram. Num primeiro momento o Centro Espírita tem sido para a maior parte dos que chegam um hospital para tratamento de males do corpo e da alma.

Uberaba recebe exposição nacional sobre vida e obra de Chico Xavier

0 comentários
Mostra ocorre de 1º a 9 de abril no Shopping Uberaba. Acervo aborda o médium desde os nove anos até o sepultamento.

A vida e a obra de Chico Xavier serão tema de uma exposição realizada de 1º a 9 de abril, no Shopping Uberaba . Baseado em duas enquetes nacionais que elegeu o médium espírita como o maior brasileiro de todos os tempos, a mostra "Chico Xavier - O maior brasileiro de todos os tempos", do Instituto Chico Xavier de Brasília, reúne quadros, fotos, textos, documentos, depoimentos, frases e pensamentos.

A entrada é gratuita e o dirigente do Instituto Chico Xavier de Brasília, Ariston Teles, enalteceu o fato da exposição já ter sido realizada no salão branco do Congresso Nacional. Segundo ele, o acervo aborda o médium desde os nove anos de idade até o sepultamento.

Livros que celebram O Evangelho são destaque no Congresso Espírita

0 comentários
Livros que celebram O evangelho segundo o Espiritismo são destaque no 4º Congresso Espírita Brasileiro

Cinco obras contarão com lançamento exclusivo nos dias 11, 12 e 13 de abril, nas quatro cidades-sede.

Com 130 anos de fundação, a Federação Espírita Brasileira sempre teve em vista um dos seus principais objetivos: difundir a Doutrina Espírita. Tendo como foco o livro espírita, a Instituição preserva a excelência do conteúdo doutrinário, com base rigorosa nas obras codificadas por Allan Kardec, e inova com o atual conceito editorial de reunir num mesmo produto a profundidade e a acessibilidade, a seriedade e a leveza em projetos gráficos arrojados, que refletem beleza, harmonia e utilidade.

Nesta data oportuna, e em homenagem aos 150 anos de O evangelho segundo o espiritismo, serão lançados em primeira mão, na quarta edição do Congresso Espírita Brasileiro, cinco obras:

Congresso Espírita em quatro dimensões

0 comentários
Os 150 anos de O Evangelho Segundo o Espiritismo são o foco do 4º Congresso Espírita Brasileiro que, neste ano, ocorre simultaneamente em quatro cidades.

Na 4ª edição do Congresso Espírita Brasileiro, confirmado para os dias 10 a 13 de abril, comemoram-se os 150 anos de uma das obras básicas da Codificação Espírita: O evangelho segundo o espiritismo. Em um feito inédito, será a primeira edição a ocorrer simultaneamente em quatro cidades-sede: Manaus, Campo Grande, João Pessoa e Vitória receberão, ao todo, mais de seis mil inscritos com programações voltadas ao tema central e contará com diversos oradores, como Divaldo Franco e Haroldo Dutra Dias.

Em Manaus, o Plaza Centro de Convenções será o palco das palestras de Divaldo Franco e do vice-presidente da FEB, Geraldo Campetti Sobrinho. 

terça-feira, 18 de março de 2014

Exaustão

0 comentários

O mundo cansa.

Os homens nos desgastam com exigências.

As alternâncias de emprego,o problema da remuneração,a prestação de serviços,o entrechoque com parentes e amigos - tudo nos desgasta.

Aspiramos por outro mundo.

Mundo de paz,d e compreensão, de entendimentos, em que recebemos de acordo com nossas realizações no campo do bem, sem decepções, sem amargores sem arbitrariedades,sem a vitória da indolência e o sufocamento dos bons impulsos.

Administrando o medo

0 comentários
Recente pesquisa revelou que muitos brasileiros vivem dominados pelo medo.

Medo que vai desde o de ser assaltado, perder um filho, descobrir que tem uma doença grave, não conseguir pagar as contas, a sofrer um acidente, ter um ataque cardíaco ou perder o parceiro.

Alguns dos entrevistados revelaram que nem saem de casa ou que, em casa, vivem em sobressalto, ao menor ruído estranho.

Naturalmente, vivemos num mundo onde há muita violência, maldade e dificuldades.

Mas é importante se pense um pouco, a fim de não se engrossar o rol dos que vivem sob a injunção do medo, perdendo anos preciosos das próprias vidas.

Assim, não sofra por antecipação. Algumas pessoas, sugestionáveis, assistem imagens violentas na TV e acham que fatos como aqueles poderão acontecer com alguém da sua família.

A maior solidão

0 comentários
A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.

A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se, o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo.

Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete.

terça-feira, 11 de março de 2014

Conhece-te a ti mesmo

0 comentários
“Nosce te ipsum”

A velha máxima proposta por Sócrates na antiguidade representa até hoje a fórmula para o progresso moral do homem. Conhecer a si mesmo é o princípio regenerador que deve nortear a busca do nosso desenvolvimento pessoal e, por consequência, a transformação do meio em que vivemos.

Espíritos em evolução necessitam estagiar em mundos de provas e expiações, o que nem sempre constitui tarefa fácil. Não raro, o retorno à vida física significa para o Espírito uma existência dolorosa, carregada de dificuldades e sofrimento.

Contudo, raramente compreendemos que o sofrimento de agora é o reflexo de uma ação negativa no pretérito. Todos estamos sujeitos à lei de causas e efeitos, que é a prova da misericórdia Divina, que nos concede nova oportunidade de regeneração.

Então, se nossas maiores aflições são consequências de nossos atos, a chave para conquista da felicidade e da paz interior que tanto almejamos está em nossas mãos. O autoconhecimento nos remete à análise de nossas virtudes e principalmente de nossas falhas, proporcionando-nos uma oportunidade para redenção.

A Importância dos Centros Espíritas nos tratamentos de saúde

0 comentários
A Pesquisa de Mestrado “Descrição da terapia complementar religiosa em centros espíritas da cidade de São Paulo com ênfase na abordagem sobre problemas de saúde mental”, de autoria da médica Alessandra Lucchetti, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), concluiu durante estudos realizados em 55 Centros Espíritas em São Paulo, que estes atendem cerca de 60 mil pessoas por mês, número maior que os atendimentos do que uma unidade de Saúde daquele estado. Observou, ainda, que esses centros desenvolvem um importante apoio nos serviços de saúde.

A necessidade de vivermos o Evangelho

0 comentários
O sentimento do amor deve ser cultivado para impregnar nossa alma e sensibilizar aqueles que conosco convivem

Diz-se que estamos vivendo o século do conhecimento, o século da tecnologia, entretanto, mais importante que as conquistas científicas de ordem material, ou as aquisições proporcionadas pelo avanço do conhecimento, precisamos igualmente fazer destes tempos o século do amor. Disse-nos Jesus que o segundo maior mandamento da lei divina é “Amai-vos uns aos outros”, e como a mensagem do Evangelho é a mensagem do amor, vivê-lo deve ser nossa prioridade, em regime de urgência.

O sentimento do amor deve ser cultivado para impregnar nossa alma e sensibilizar aqueles que conosco convivem, num contágio que a todos levará para o campo da sabedoria, onde colocaremos os instintos selvagens e egoístas que ainda nos caracterizam subordinados às virtudes da solidariedade, da fraternidade e da humildade.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Os pessimistas

0 comentários
Certa vez, um poderoso rei, para comemorar o aniversário de seu amado filho, resolveu fazer uma grande festa para todos os seus súditos.

Entre as muitas atrações do evento, havia um desafio que a todos interessou: era a escalada ao poste.

No alto de um gigantesco mastro havia uma cesta repleta de ouro e de comida.

Aquele que conseguisse alcançar o topo daquele poste poderia se deliciar com a comida e pegar para si todo o ouro.

Muitos dos que estavam presentes pretendiam participar daquele desafio.

Quando o rei autorizou, foi dado início à prova.

O primeiro a participar foi um rapaz alto e forte.

Ele tomou uma distância curtíssima e começou a subir no poste.

Não chegara nem à metade quando, cansado e irritado, desistiu.