Blogger templates

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

O Espiritismo pode ajudar na cura da depressão?

O site Um Caminho tem uma coluna intitulada "Dúvida do leitor". Do dia 11 a questão foi sobre depressão.

Dúvida do leitor:

Sofro de depressão. Gostaria de saber se através do Espiritismo posso me curar deste mal terrível.

Resposta:

O fenômeno da depressão precisa ser examinado sob dois aspectos:
a) psico-social
b) psico-fisiológico

Sob o ponto de vista psico-fisiológico, não há como descartar os recursos que a farmacologia de uso psiquiátrico e neurológico oferece nos dias atuais para o reequilíbrio orgânico dos mecanismos cerebrais relacionados ao humor e ao ânimo dos indivíduos, através do uso adequado de neurotransmissores como, por exemplo, a serotonina, noradrenalina e dopamina.

Neurotransmissores são substâncias químicas produzidas pelos neurônios (as células nervosas), com a função de biossinalização. Por meio delas, podem enviar informações a outras células. Podem também estimular a continuidade de um impulso ou efetuar a reação final no órgão ou músculo alvo. Os neurotransmissores agem nas sinapses, que são o ponto de junção do neurônio com outra célula.

Sob o ponto de vista psico-social, o ser humano enfrenta, a cada dia com maior incidência, alguns efeitos da vida moderna que o levam ao comportamento depressivo ocasional ou crônico. Estes efeitos geralmente traduzem-se em: medo, ansiedade, solidão… Normalmente causados por: frustrações, perdas, preocupações com o presente e o futuro, falta de auto-aceitação, falta de aceitação do outro, dentre outros fatores. E a falta de Deus no cotidiano emocional e afetivo das pessoas, sem dúvida alguma, contribui para o agravamento desses sintomas que levam ao processo depressivo.

Respondendo objetivamente à sua pergunta, podemos afirmar com segurança: sim, através do Espiritismo você pode curar-se da depressão!

Porém, não é o Espiritismo que fará algo por você. Através dele, você conhecerá melhor a origem das dores de sua alma. Conhecerá melhor a si mesmo. Entenderá o sentido da vida. Compreenderá melhor o valor do sofrimento para o seu aprimoramento como espírito imortal. Encontrará em Jesus o Caminho, a Verdade e a Vida. Terá a certeza de que estamos todos neste mundo de passagem para enfrentarmos provas para nosso crescimento e expiações do pretérito de outras vidas. E, sobretudo, aprenderá a importância do amor verdadeiro e da benção do serviço ao próximo, o que te dará a certeza de que “fora da caridade não há salvação”.

Assim, com uma vida renovada e repleta de sentido, você encontrará as forças de que precisa para livrar-se de medos e angústias, tornando-se alguém mais confiante e preparado para lidar com as imperfeições do nosso mundo.

Mas é fundamental que você cuide em paralelo desses dois aspectos: o físico e o espiritual. Procure apoio de um bom neurologista, psiquiatra ou psicoterapeuta. Se a sua depressão for crônica e já durar muito tempo é provável que seu organismo físico já tenha sido fortemente impactado, de forma que o apoio de medicamentos específicos provavelmente será fundamental para a reconstituição adequada de seu equilíbrio psico-físico. Caso, no entanto, você entenda que o aspecto psico-social seja o maior fator desencadeador do processo depressivo, é possível que o fortalecimento espiritual através da frequência contínua à Casa Espírita, associada ao estudo sistematizado da Doutrina e às sessões de passes magnéticos (procedimento padrão das Casas Espíritas), possa ser suficiente para a restauração de suas energias afetivas e emocionais e, por conseguinte, da cura da depressão. Em alguns casos dessa natureza, o apoio complementar de uma terapia com psicólogo ou psicanalista pode ser necessário e trata-se de uma decisão de foro íntimo, com o auxílio natural de seus familiares queridos.

Recomendamos que assista este vídeo com Divaldo Franco, onde ele detalha coisas muito importantes que lhe serão muito úteis em sua busca para a cura deste terrível mal que o aflige, neste momento.

Assista:


0 comentários: