Blogger templates

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Machado de Assis e o Espiritismo

A pedagoga Elaine Maldonado, do CCA (Centro de Ciências Agrárias) do campus de Araras da Ufscar (Universalidade Federal de São Carlos) realizou o lançamento o livro “Machado de Assis e o Espiritismo”. A obra é fruto da dissertação de mestrado da pesquisadora em História e Sociedade, defendida na Unesp (Universidade Estadual Paulista).

A pedagoga  traçou um paralelo entre a obra do autor e a trajetória da doutrina espírita tomando como referência crônicas e contos produzidos por Machado de Assis ao longo de 31 anos. 

O Blog dos Espíritas já realizou a leitura da obra e recomenda a mesma para aqueles adeptos que se interessam pela História do Espiritismo no Brasil, assim como para os acadêmicos pesquisadores da doutrina espírita.


O livro pode ser adquirido pelo próprio site da Editora Paco.

Através de uma abordagem original, a autora traz neste livro trazer a figura de Machado de Assis como fonte do entendimento do espiritismo no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX. Fato ainda pouco conhecido do grande público, o “Bruxo do Cosme Velho” foi um crítico severo da recém-chegada doutrina espírita ao Brasil e, atenta a isso, a autora debruçou-se sobre crônicas e contos escritos ao longo de 31 anos para nos apresentar um Machado de Assis irônico, ácido e algumas vezes colérico, um escritor que perdoava o curandeiro e a benzedeira, mas acusava o médium e qualificava o espiritismo como “uma fábrica de loucos.” A análise destas crônicas e contos em contraposição à divulgação e legitimação da doutrina frente aos cultos afro-brasileiros traz ao conhecimento do público uma nova faceta da história do espiritismo no Brasil.

Serviço

ISBN: 9788581488554 
Autor: Elaine Cristina Maldonado 
Editora: Paco Editorial
Edição: 1ª Edição
Área: Crítica Literária
Idioma: Português
Data de Publicação: Março/2015
Número de Páginas: 144 Páginas
Acabamento: Brochura

Tamanho: 14x21cm
Preço médio: R$ 29,90


*Notícia extraída de O Blog dos Espíritas com modificação da Equipe de Comunicação do LEAE.

0 comentários: