Blogger templates

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Palestra sobre 'Depressão na Visão Espírita' reúne cerca de 200 em MT

Evento reúne cerca de 200 pessoas no auditório da Câmara Municipal de Lucas do Rio Verde

Na platéia quase 200 pessoas ouviam os fundamentos sobre a “Depressão na Visão Espírita”, doença considerada com o “mal do século”. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença faz cerca de 340 milhões de vítimas e causa 850 mil suicídios por ano em todo o mundo. No Brasil, cerca de 17 milhões são depressivos.

O assunto foi tema da palestra ministrada pelo vice presidente da Federação Espírita do Mato Grosso, Dr. Lacordaire Abrahão Faiad, no último sábado (19). De acordo com Lacordaire, depressão é uma doença do espírito e existem maneiras para tratá-las.



“Conforme a própria Organização Mundial da Saúde nos coloca, não existem doenças, existem doentes, cada pessoa com seu modo de pensar e agir, com seu psiquismo neste mundo de vibrações que estamos mergulhados, estará atraindo vibrações correspondentes ao seu psiquismo. A doença é um momento, é uma disfunção momentânea que as pessoas se envolvem, fruto, muitas vezes, pelo convívio de outrora, como também, nessa atual encarnação. A depressão é a doença do espírito, e vem a ser, muitas vezes, sentimento de culpa, movimento que a pessoa traz consigo mesma, como depreciação dos seus valores reais, ficando no padrão da pós ocupação com dificuldade de deixar o passado passar. A profilaxia da depressão está justamente em primeiro estarmos buscando um trabalho de alto valorização, viajar para dentro de si, fazer um trabalho de percepção de si mesmo, dos seus valores reais da vida, e buscando perceber que nós estamos aqui de passagem”, disse Dr. Lacordaire.

Quem assistiu palestra do vice presidente da Federação Espírita do Mato Grosso, saiu satisfeito com as conclusões apresentadas pelo Dr. Faiad. “Uma palestra muito esclarecedora, até mesmo para pessoas leigas que não entendem muito do mecanismo da psique, deu para entender tranquilamente, como é , como se dá, todo o problema da depressão e como tratá-la”, argumentou Andrea Campanelli.

“A Federação Espírita do Mato Grosso está de parabéns pelo conteúdo, pela ciência e pelo estudo com que vem direcionando todos esses tratamentos, principalmente, nessa com relação a depressão. Quero agradecer a Câmara de Vereadores pelo apoio dado a todo nesse trabalho, para que pudesse funcionar esplendidamente como foi dessa vez, ao Grupo Espírita “O Consolador” e a todas as pessoas que estiveram presentes na palestra”, finalizou Fernando Pael (PT).

*Notícia divulgada pela Ascom Câmara de Lucas do Rio Verde com modificações da Equipe de Comunicação do LEAE.

0 comentários: