Blogger templates

domingo, 4 de novembro de 2012

Autor espírita, Simonetti, chega a lançar seu 53º livro

Ele não psicografa livros. Ou seja: as obras são fruto de um produtivo trabalho autoral – sempre com incentivo à reflexão além do que se vê. Nesse sentido, a Editora Ceac, de Bauru, lança agora seu 53º “filho”, o romance “Resgate de uma Alma”. Perto de dois milhões e meio de exemplares, Richard Simonetti é hoje um dos autores espíritas que mais vendem livros, um best-seller da literatura espírita. Confira a entrevista com o autor:
 
JC - Qual a temática desse novo romance?
Simonetti -
Abordo um tema que, desde os tempos mais remotos, tem sido cogitado pelas religiões de um modo geral: a interferência dos espíritos na vida humana. Na cultura grega falava-se que os deuses imiscuíam-se entre os homens, para o bem ou para o mal, em conformidade com seus humores; na cultura cristã surgem as figuras dos anjos e demônios, a disputarem a alma humana. A doutrina espírita confirma essa influência, mas esclarecendo que são homens desencarnados, ou as almas dos mortos, agindo no mundo espiritual em conformidade com as tendências cultivadas enquanto reencarnados.




 
JC - A que ação remete o título do livro?
Simonetti -
Trata-se do esforço de sublimado espírito de mulher que desce das alturas para ajudar o filho que, envolvido por falsos amigos, vicia-se no alcoolismo, iniciando a perigosa descida ao abismo da dependência, a tumultuar sua existência e comprometer as tarefas que assumira ao reencarnar.
 
JC - É comum esse tipo de interferência?
Simonetti -
É muito mais frequente do que podemos imaginar. Nossos familiares não estão em compartimentos estanques, na espiritualidade. Principalmente as mães, preocupam-se com a sorte de seus filhos. Que mulher, ainda que habitando regiões alcandoradas, que a mentalidade popular denomina céu, estaria feliz sabendo que um filho debate-se na Terra, entrando por perigosos desvios?
 
JC - Haveria também a influência dos maus espíritos?
Simonetti -
Sem dúvida, uma realidade coberta com o manto da fantasia que sugere a disputa de nossa alma por anjos e demônios.
 
JC - Considerando o princípio religioso de que o Bem é mais forte, por que há tanta gente envolvida com o mal na Terra?
Simonetti -
É tudo uma questão de sintonia. Os espíritos maus não criam o mal em nós. Apenas o exploram. E se há tantos vícios e paixões degradantes na Terra é porque os homens ainda estão mais perto da animalidade do que da humanidade.
 
JC - A história transcorre no Brasil?
Simonetti -
Sim, numa única noite, véspera de Natal, onde acompanhamos os esforços da entidade angelical para resgatar o filho do vício.
 
Serviço
 
Nestas páginas a encantadora e emocionante história de um homem que, sequestrado por forças das sombras que o induziram a perigosos desvios pelo terreno pantanoso do vício, foi resgatado pela ação de angelical entidade feminina.A experiência marcante aqui relatada, enriquecida pela conceituação espírita, nos oferece a consoladora certeza de que sempre haverá almas enobrecidas capazes de nos resgatar de prisões como o vício, o desequilíbrio, a depressão, desde que estejamos dispostos a seguir suas orientações, atentos ao irmãos caído na estrada.
Livro: Resgate de uma Alma
Autor: Richard Simonetti
Editora: CEAC
Páginas: 168
Tamanho: 16x23x1
Preço Médio: R$ 28,00
 
*Notícia extraída do site do Jornal na Cidade

0 comentários: