Blogger templates

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Nova temporada de 'Sagrado' na TV Globo

"Sagrado", que estreia nova temporada nesta segunda-feira (29). Com duração de dois minutos, a atração da emissora pretende retratar a diversidade religiosa no Brasil e mostrar aspectos culturais das religiões que existem no país.

A atração vai ao ar na TV Globo diariamente às 6h05. Às sextas-feiras, o programa Mais Você, de Ana Maria Braga, debate o tema da semana. E aos domingos, às 6h50, os programas são reunidos em uma edição especial de 10 minutos. O Canal Futura exibirá diariamente as peças em dois horários: às 7h25 e às 18h45.


Entre os líderes religiosos que participam do programa, estão o Cônego Antônio Mazatto (catolicismo), professor da Faculdade de Teologia N. Sra. Assunção, de São Paulo; o Pastor Israel Belo (protestantismo), da Igreja Batista de Itacuruçá; o Xeique Armando Hussein Saleh (islamismo), membro do Conselho Superior da Mesquita Brasil, em São Paulo; o Rabino Nilton Bonder (judaísmo), da Congregação Judaica do Brasil; Antonio Cesar Perri de Carvalho (espiritismo), diretor da Federação Espírita Brasileira; Valdina Pinto (religiões Afro-brasileiras), do Terreiro Tanuri Junsara, em Salvador; e Lama Padma Santem (budismo), do Instituto Caminho do Meio, Centro de Estudos Budistas Bodisatva, de Viamão, RS.

Todas as peças da série Sagrado iniciam com uma participação de atores e atrizes que, de alguma forma, estão relacionados à religião de cada episódio. Nem todos professam a tradição que representam, mas aceitaram participar por entenderem que o projeto contribui para um importante debate de ideias e com a liberdade religiosa que já existe no Brasil. São eles:

Eriberto Leão (catolicismo)

Oscar Magrini (protestantismo)
Stenio Garcia (islamismo)
Nathalia Timberg (judaísmo)
Nelson Xavier (espiritismo)
Juliana Paes (candomblé)
Christiane Torloni (budismo)
Mayana Neiva (umbanda)
Leona Cavalli (tradições indígenas)
Luigi Baricelli (pentecostal)


Temas


O programa já abordou assuntos contemporâneos e polêmicos, tais como:



0 comentários: